Arquivo de etiquetas: Nova Lima

Prefeitura disponibiliza bolsa integral para 270 estudantes da escola técnica

Cassio

Cássio Magnani disse que a educação é prioridade absoluta

(Foto: Juliana Marçal/PMNL )

 

Os alunos receberão formação técnica nas áreas de Enfermagem, Eletrônica, Informática e Segurança do Trabalho.

O evento contou com a participação de professores, da diretora da Utramig Diva Wardi, do secretário municipal de Educação, Adriano Vaz e do prefeito Cássio Magnani.

Diva destacou a importância da parceria firmada com a prefeitura, que garante a todos os estudantes bolsa de estudos integral. Para a diretora, os jovens da cidade devem encarar e aproveitar a oportunidade. “Este governo acredita na juventude, e apesar de toda a crise continua apostando na educação, oferecendo aos estudantes melhores oportunidades na vida profissional”. Ainda segundo a diretora, cerca de 300 pessoas estão na lista de espera por vagas.

Além de oferecer os cursos gratuitos graças ao convênio firmado, a Utramig conta com laboratórios bem equipados e profissionais de alto nível. Os jovens são preparados para o mercado de trabalho e encaminhados para vagas de estágio. Só no curso de Enfermagem existem mais de 30 alunos fazendo estágio nas creches da prefeitura.

Em seu discurso, o prefeito disse que a educação é prioridade absoluta e que “não se cansa” de investir na área. Ele destacou o convênio com o Sebrae, por meio de bolsas de estudos concedidas para estudantes carentes, os vários cursos oferecidos gratuitamente na Escola de Dança. Além disso, ele ressaltou que a prefeitura transporta por dia 7.100 alunos da rede municipal e estadual, bem como fornece 3400 passes estudantis (ida e volta) para quem faz cursos em Belo Horizonte.

Para o prefeito, Nova Lima tem que diversificar sua economia e os cursos de qualificação vão preparar os jovens para o mercado de trabalho.

“Temos que diversificar nosso crescimento econômico e vocês são os agentes do futuro. Temos que formar uma cidade de empreendedorismo, de empresas de tecnologia, de inteligência e é por meio da formação dos técnicos que vamos conseguir dar um perfil diferenciado para cidade”, afirmou.

Ele disse para os estudantes serem otimistas em relação ao mercado de trabalho já que Nova Lima tem atraído novos empreendimentos como a fábrica de insulina no Alphaville e um hospital de neurocirurgia que deve se instalar ao lado do colégio Santo Agostinho. Além de que, só na região do Jardim Canadá são mais de 10 mil pequenas e médias empresas instaladas

Governo inaugura Uaitec na unidade prisional do município

Cassinho

A inauguração contou com a presença do prefeito Cássio Magnani (Foto: Gabriel Maciel)

 

 

Pela primeira vez, uma Universidade Aberta Integrada de Minas Gerais vai funcionar dentro de uma Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac).

O subsecretário de Ensino Superior da Sectes, Márcio Rosa Portes, acompanhado do prefeito do município, Cássio Magnani Júnior, do ouvidor geral do Estado, Fábio Caldeira, do secretário de Direitos Humanos, Nilmário Miranda, e do juiz da Vara Criminal e da Infância e Juventude, Juarez Morais de Azevedo, inauguraram o espaço.

“Queremos uma educação inovadora. Cursos de boa qualidade com parcerias entre as universidades estaduais serão ofertados”, destacou o subsecretário.

A iniciativa integra a ação conjunta Digna Vida, criada e articulada pela Ouvidoria-Geral do Estado de Minas Gerais (OGE) junto à Sectes e as secretarias de Defesa Social, Educação, Desenvolvimento Econômico, Agricultura, Pecuária e Abastecimento, além do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Movimento Conspiração Mineira pela Educação, entre outros órgãos e entidades do Governo de Minas Gerais.

O objetivo é estimular a capacitação técnica e educacional no ambiente carcerário com vistas à profissionalização e posterior ressocialização dos recuperandos, contribuindo para a ampliação da política pública de geração de renda no ambiente prisional, por meio do estímulo ao trabalho e inserção de cursos profissionalizantes e de empreendedorismo.

Ao todo os internos terão à disposição cerca de 120 cursos, com aulas online, já oferecidos pela rede Uaitec. Além disso, a Conspiração Mineira pela Educação já iniciou as conversas para a criação de uma grade específica para as Apac’s, com cursos de formação e gestão.

Atualmente, o local abriga 86 recuperandos, sendo 40 em regime fechado, 30 no semiaberto e 16 no aberto. Ao todo são três salas, sendo duas de videoconferência e outra de inclusão digital com 17 computadores e equipamentos que permitem a realização dos cursos à distância.

A inauguração da Uaitec faz parte das comemorações dos 13 anos da unidade prisional. Na cerimônia, também foi lançada a pedra fundamental para a construção da Apac feminina da cidade.

Prefeitos assinam termo de cooperação para salvar nascentes do Rio das Velhas

Cassio

Cassinho, Alex Salvador, Wanderson
Flávio e Carlos Alberto Azevedo assinando
o Termo em Nova Lima
(Foto: Neílton Sávio)

 

A assinatura foi realizada no gabinete da Prefeitura de Nova Lima por Cássio Magnani (Nova Lima), Wanderson Flávio de Lima (Rio Acima), Carlos Alberto Azevedo (Raposos) e Alexander Salvador (Itabirito). O convênio prevê implantar a gestão compartilhada da bacia com ações socioambientais para proteção dos afluentes do Rio das Velhas. As ações terão abrangência em todo o território de cada um dos municípios e as prefeituras deverão fazer o mapeamento das nascentes, estabelecendo prioridades e cronogramas dos planos de trabalho. Esteve presente também o vice-presidente da Copasa, Júnior Geloso, ex-prefeito de Rio Acima.

Em entrevista ao jornal Edição do Brasil, o prefeito de Nova Lima, Cássio Magnani, disse que a ação só será possível com a ajuda dos prefeitos. Para ele a responsabilidade de cuidar do rio é bem grande.

“Nosso objetivo é preservar os afluentes da bacia do Rio das Velhas. Por isso convidamos todos os prefeitos do alto do rio para participarem desse compromisso para reiterar e cuidar dos cursos d’água. Somos responsáveis por mais de 50% dos afluentes que abastecem a Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). É muito importante nesse momento essas atitudes em prol da preservação, principalmente uma cidade que tem uma biodiversidade como a nossa, por isso temos que ter uma atenção permanente”, comenta.

Questionado sobre como o programa será aplicado, ele lembra que cada cidade participante terá um papel. “Cada município vai obter junto à iniciativa privada recursos e teremos o apoio da Vale. Faremos um novo mapeamento e vamos tirar todo tipo de obstáculo dos cursos d’água, vamos retirar depósitos irregulares de esgoto, detritos e limparemos os cursos para que chegue água limpa no Rio das Velhas. Apesar da crise financeira que o Brasil atravessa, os recursos para o programa virão do próprio município. Temos também a participação da iniciativa privada para favorecer e trazer recursos. Ainda não sabemos o valor a ser gasto”, diz.

Racionamento?

Para o vice-presidente da Copasa, Júnior Geloso, a situação do Rio das Velhas é preocupante, por isso o apoio é fundamental. “Estamos vivendo desde o dia 16 de janeiro na Copasa uma situação preocupante, um caos. Medimos a situação do Rio diariamente e ficamos angustiados, pois ele oscila, vai a 100 metros cúbicos e tem hora que fica em 10 metros. Belo Horizonte precisa do rio, mas a situação é crônica, por isso é necessário que todos nós busquemos ajuda. Queremos evitar o racionamento, evitar uma baixa de abastecimento saindo de sete dias para cinco dias por semana. Para evitar isso, precisamos nos unir. Podem contar com a Copasa para essa ação”, afirma.

Para o prefeito de Rio Acima, Wanderson Flávio de Lima, a ação é relevante. “Vou participar da ação, pois nunca imaginei ver um fiasco de água em uma cachoeira. Essa iniciativa é de suma importância. Sem água não temos vida. Realmente a demanda de população tem crescido demais e temos que colocar isso em cheque. Vamos divulgar isso mais”, comenta. Já para o prefeito Carlos Alberto Azevedo, de Raposos, é preciso pensar no governo que eles deixarão para os filhos e moradores no futuro. “É hora de olharmos para frente e a preservação é o que vai garantir o futuro da nação. Não precisava nem nos convidar, é um prazer participar deste evento”, diz.

Para o prefeito de Itabirito, Alexander Salvador, existe a preocupação com o rio e muito já foi feito, o necessário agora é repassar isso para a população. “É necessário que a população entenda e se conscientize sobre isso. Essa ação não é para aparecer, para ganhar votos, mas sim para trazer solução. Ficamos à disposição para ajudar sempre”, comenta.

Prefeito Cassio Magnani Júnior recebe homenagem da Câmara

 

Gilson Reis e Cassinho

O vereador Gilson Reis entrega o título ao chefe do Executivo de Nova Lima
(Foto: Felipe de Jesus)

 

O dia 7 de maio foi marcado pela entrega do diploma de Honra ao Mérito da Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH) ao prefeito de Nova Lima, Cássio Magnani Júnior (PT). O gestor foi lembrado pela Casa devido aos relevantes trabalhos que vem realizando e por atividades de interesse coletivo, como o cuidado com o meio ambiente e a questão hídrica.

No dia 8 de abril deste ano, ele assinou o decreto que cria o Parque Municipal dos Fechos, em uma área de 196 mil metros quadrados, na região do Jardim Canadá. O local concentra mananciais que abastecem a região Sul de BH. A indicação foi do vereador Gilson Reis (PCdoB).

De acordo com Gilson Reis, a iniciativa do prefeito pode evitar que a área seja transformada em loteamentos. Ele ainda diz que Cássio Magnani teve pulso firme e coragem, independente de qualquer questão partidária.

“Falamos de um político que já foi seis vezes vereador da cidade e começou sua vida como operário da Mina do Morro Velho, uma vida reta e com compromisso com as questões públicas. Preocupado com o desenvolvimento sustentável da região, tomou uma atitude corajosa e determinada. A assinatura do decreto está amparada pelo termo, firmado em 9 de outubro de 2009, de cessão de uso da área para Nova Lima durante 20 anos. Preocupado com o desenvolvimento sustentável da região, ele olhou para o povo”, comentou.

Para o prefeito de Nova Lima, a questão ambiental é muito mais que uma ação, é um compromisso com a população, já que atualmente existe uma crise hídrica. “De forma alguma poderíamos deixar de cumprir com essa obrigação de cuidar dos nossos recursos hídricos, ainda mais em uma época de crise e racionamento. Com a preservação de nossas nascentes, através do sistema do Rio das Velhas e o Fecho, nós conseguimos cuidar do abastecimento de mais de 50% da região metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). A preservação é para nós essencial e prioritária, e o que Nova Lima tem para oferecer para o cidadão geral é nossa riqueza, pois somos o oxigênio e a caixa d’água. Não existe responsabilidade maior do que preservamos cada vez mais nossa natureza”, ressaltou.

Qualidade de vida

O prefeito reforçou que jamais deixaria que as áreas fossem utilizadas para fins comerciais. “Estamos falando de uma área que está dentro do nosso município e de forma alguma poderíamos deixar que ela fosse utilizada para fins comerciais. Fico orgulhoso e muito feliz em poder receber essa homenagem. Assim posso atestar que meus esforços vão ao encontro da preservação do meio ambiente, que hoje está em voga, mas acima de tudo, visa à questão da melhoria na qualidade de vida dos cidadãos da RMBH. Isso é o que mais importa, e poder ajudar nisso é de extrema relevância”.

DSC00392
 O vereador Adriano Ventura parabenizou a atitude do prefeito Cassinho
(Foto: Felipe de Jesus)

 

O vereador Adriano Ventura (PT) presente na solenidade, observou que os trabalhos do prefeito Cássio reforçam a preocupação com a população e lembra que a cidade é mais que uma caixa d’água.

“É uma grande satisfação podermos dar esse título para o prefeito. Ele tem uma trajetória de ações de decisões em favor do monopólio econômico. Nova Lima não é a caixa d’água apenas de BH, mas de toda a RMBH. Não queremos perder nossa qualidade de vida, por isso esse projeto é tão relevante. É um plano bom para o país e para BH, pois a crise hídrica é preocupante. Cassinho e de sua vice-prefeita Fatinha estão de parabéns pelo trabalho em prol da sociedade”, concluiu.

 

Prefeito Cassinho lança projeto de parque natural em Nova Lima

Cassinho

Cássio Magnani (à direita) assina decreto no município
(Foto: Neilton Sávio)

 

 

 

O prefeito Cássio Magnani Júnior (PMDB) assinou decreto para a criação do Parque Natural Municipal de Fechos, localizado na região do Jardim Canadá, na divisa do município com Belo Horizonte. O evento contou com a presença dos vereadores de Belo Horizonte, Gilson Reis (PCdoB), Adriano Ventura (PT) e Tarcísio Caixeta (PT); do vice-presidente da Copasa, Junior Miranda; do analista de relacionamento institucional da Vale, Fernando Cláudio Jr.; de vereadores e secretários municipais de Nova Lima; de representantes de organizações não governamentais e de órgãos ligados à segurança pública.

Cássio ressaltou que o objetivo desta iniciativa é a preservação das nascentes e mananciais e também a proteção da fauna e flora, com vistas ao desenvolvimento sustentável. Ele afirma que é dever da administração pública proteger os recursos naturais de Nova Lima.

“Não poderíamos deixar de cumprir com essa obrigação de cuidar dos nossos recursos hídricos, ainda mais em uma época de crise e racionamento de água. Nada é mais precioso para nós do que a proteção da região dos Fechos. A ação que realizamos hoje é legítima, é um grande passo para proteger nossa cidade e a qualidade de vida dos nossos cidadãos. A área está dentro do nosso município e de forma alguma poderíamos deixar que ela fosse utilizada para fins comerciais”, ressalta.

 

Propriedade da área

Cássio Magnani explica que em 1958 a região foi doada ao município de Belo Horizonte pela antiga Saint John Del Rey Mining Company, com a condição de que a área fosse utilizada para reserva florestal e construção imediata de um grande parque municipal. Porém, a PBH não cumpriu com esse compromisso e, em 2009, firmou um termo de cessão de uso da área durante 20 anos para Nova Lima. “Nós temos a competência de determinação do uso e destinação da região”, afirma o prefeito.

Em relação ao destino desta área há um impasse entre as duas cidades. No ano passado, o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Larcerda (PSB), enviou para a Câmara Municipal um projeto de lei visando a venda do local e a destinação do lucro obtido para habitação popular. Cássio declarou que a prefeitura de Nova Lima estranhou essa iniciativa da capital mineira, uma vez que o município não foi consultado sobre o assunto e por esta razão surgiu a preocupação com a proteção da área. Em nota, a PBH informa que aguarda a publicação do decreto para analisá-lo e definir quais medidas irá tomar. 

Pesquisa aponta que prefeito Cassinho tem 68% de aceitação

 

Cassinho Para Cassinho, a boa avaliação é resultado de trabalho, seriedade e transparência
(Foto: PMNL)

 

 

Com o maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de Minas, o município é o que mais se desenvolve no Estado, conforme dados da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). No ano passado, a cidade repetiu o desempenho de 2012 e ficou à frente de todos os municípios mineiros no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Ministério da Educação.

Os dados positivos se refletem na aprovação do governo municipal, conforme pesquisa realizada em dezembro passado pelo Instituto Doxa entre 800 moradores da cidade, o prefeito Cassinho Magnani (PMDB) tem 68% de aceitação popular (quando se trata exclusivamente da prefeitura, o percentual aumenta para 72%).

Para o chefe do Executivo, a boa avaliação de sua gestão é resultado de “trabalho, seriedade, transparência nos processos de licitação e qualidade no serviço prestado à comunidade”. Segundo ele, os resultados da pesquisa comprovam que a maioria dos entrevistados – 53% das pessoas ouvidas em 36 bairros – consideram que ele deve ser mantido no cargo.

 

Os maiores desafios

Com a queda dos preços do ferro no mercado internacional, que provocou a redução de 34% da receita dos royalties do minério, Nova Lima sentiu os reflexos diretos na arrecadação, que sofreu um decréscimo da ordem de 40%. Por conta disto, e para cumprir a responsabilidade fiscal, a Administração foi obrigada a enxugar a máquina administrativa.

Harmonizar investimentos e com preservação ambiental tem sido a máxima seguida por Cassinho. “Em 25 anos, as lavras estarão no fim, então temos de planejar, encontrar caminhos e buscar alternativas econômicas”, afirma o chefe do Executivo.

Com cerca de 30 anos de experiência no setor público, como vereador e em outros cargos administrativos na esfera municipal, o prefeito dá prioridade à preservação ambiental de Nova Lima e destaca polos importantes, a exemplo do gastronômico, como o distrito de São Sebastião das Águas Claras (Macacos), e de ecoturismo, beneficiado com a recente criação de dois corredores ecológicos e quatro monumentos naturais.

“Estamos firmes no conceito de sustentabilidade para barrar qualquer empreendimento, especialmente a expansão imobiliária, que ameace a biodiversidade”, destaca o prefeito. Segundo ele, “62% do território de Nova Lima têm áreas verdes conservadas”. Entre as principais obras da atual administração, e apontadas na pesquisa como as mais conhecidas pela população, o prefeito destaca a Barragem dos Cristais, que demandou recursos da ordem de R$ 34 milhões, provenientes do Governo federal e de contrapartida municipal, que acabaram com as enchentes na parte baixa da cidade. Segundo a pesquisa da Doxa, os setores de saúde e educação foram apontados como os que mais melhoraram nos últimos dois anos.

Nova Lima registra outros projetos que se tornaram realidade, como a construção de sete unidades de saúde, dois ginásios poliesportivos, Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), escola no Bairro Jardim Canadá, onde há cerca de 900 empresas instaladas, quatro novas creches, com a abertura de 1,8 mil vagas, Centro de Treinamento do Villa Nova, descentralização das farmácias populares e outros serviços.

“Estamos no caminho certo, com avaliação positiva em quase todas as áreas. Há muito a ser feito no próximo biênio”, diz o prefeito, lembrando que o Sebrae Minas apontou Nova Lima como a terceira melhor cidade mineira para investir.

 

Avaliação

Uma das áreas mais bem avaliadas é a educação, com índice de 54%. Os programas sociais da prefeitura também merecem a aprovação dos moradores, com 36% que consideram as ações boas e ótimas. A limpeza urbana é outro setor bem avaliado, com 51% de aprovação, seguida do saneamento, com 43% de avaliações como bom e ótimo. Saúde e educação foram apontadas pelos entrevistados como as áreas que mais melhoraram na gestão Cassinho.

 

Disputa judicial

Indagada sobre a disputa judicial envolvendo o prefeito Cassinho e o ex-prefeito Vitor Penido, a maioria – 53% – dos entrevistados respondeu que Cassinho deve ser mantido no cargo. A maioria dos entrevistados também considerou que a disputa judicial prejudicou a administração da cidade.

 

 

Nova Lima inaugura a maior barragem da região metropolitana

 

Magnani Junior

Cássio Magnani realiza um sonho antigo dos moradores
(Foto:  PMNL)

 

O chefe de Executivo do município, aproveitou para dizer que no próximo ano a população vai se surpreender com a quantidade de obras que vão ser realizadas.

A Barragem Ribeirão dos Cristais inaugurada pela prefeitura é gigantesca e vai trazer mais segurança para os moradores, principalmente para as famílias dos bairros Cascalho, Matadouro e Vila São Luiz; também para a região do Bonfim, bem como para as pessoas que moram ao longo da Avenida José Bernardo de Barros, uma vez que esses locais estão situados na parte baixa do município e sofriam com as enchentes.

Deste modo, essa importante obra vai evitar a ocorrência de alagamentos e que ocasionavam insegurança e transtornos para a comunidade, principalmente desses bairros.

Construída com recursos do programa do Saneamento para Todos e contrapartida do município, a barragem tem 41 metros de altura e 105 de comprimento. Ela está localizada a 500 metros do Centro de Educação Ambiental da AngloGold Ashanti, cujo acesso segue pela estrada do bairro Campo do Pires, sentido Pousada Altos de Minas, que dá acesso a São Sebastião das Águas Claras. São 41 metros de altura e 105 metros de comprimento da crista.

Parceria entre administração municipal e PM pretende combater violência doméstica

PM

A patrulha é composta por policial militar e guarda civil-municipal
(Foto: PMNL)

 

 

Atendendo à população desde dezembro, em caráter experimental, a Patrulha é composta por policial militar e guarda civil-municipal. A guarnição é treinada para esse tipo de situação e os profissionais têm capacitação para indicar à mulher vítima todos os equipamentos e mecanismos de proteção, bem como os procedimentos necessários para que a mesma tenha condições de romper o circulo de violência.

A PPVD atua, em Nova Lima, de segunda a sexta-feira, das 10h as 18h, em viatura da Guarda Civil-Municipal.

 

Mais educação

O Programa Mais Educação/Educação Integral, realizado pela Prefeitura Municipal de Nova Lima tem promovido atividades complementares em 16 das 22 escolas da rede municipal de ensino. Destas unidades de ensino, 05 delas são em tempo integral, distribuídas nos bairros de Nova Lima, ampliando a jornada escolar para 7 horas diárias ou 35 horas semanais.

No total são 100 profissionais da Secretaria de Educação e de seus parceiros, entre orientadores e instrutores. A Rede Municipal de Ensino em 2014 tem a meta de atender 1.700 alunos, entre crianças e adolescentes, nos segmentos do ensino fundamental I e II.

As atividades esportivas e culturais oferecidas no Programa são Capoeira, Dança, Artes Plásticas, Música, Percussão, Orientação de Estudos, Percussão, Grafite, Horta e Jardinagem, Teatro, Karatê, Atletismo, Jornal Escolar, Artesanato, Xadrez, Futebol, Judô, Dança de rua, Pintura, Fanfarra, Música, Iniciação a flauta doce, Circo, Ginástica Rítmica, Rádio Escola, Futsal, Hip-Hop.

Faenol inaugura sala de diagnóstico audiológico

Sala
 A fundação completou 31 anos de atendimento a pessoa com deficiência
(Foto: Juliana Marçal/PMNL)

Com a nova aparelhagem, é possível realizar o teste de audição por um método não invasivo que determina o tipo da perda auditiva e a localização da lesão. Além disso, a tecnologia de última geração permite a realização do exame sem a necessidade de sedação.

Serão oferecidos três tipos de avaliação, direcionadas tanto para pacientes jovens, adultos e idosos quanto para crianças a partir de 7 anos. Audiometria (avalia possíveis perdas auditivas), Imitanciometria (determina as condições do ouvido, possíveis infecções e outras patologias), e Avaliação do Processamento Auditivo (avalia crianças que apresentam dificuldades no aprendizado escolar, e jovens e adultos com dificuldade de armazenar informações). Em média, serão realizados 300 exames mensais, gratuitamente, além de todo apoio e acompanhamento técnico necessário.

Um grande benefício do serviço é a possibilidade de intervir precocemente nas alterações auditivas das pessoas acolhidas pela Faenol, além de ser possível acompanhar periodicamente e direcionar o atendimento no caso de déficit de processamento auditivo. O Serviço de Atenção Básica à Saúde Auditiva é um projeto abrangente que não se restringe apenas ao público da instituição. Os pacientes externos são encaminhados pela Secretaria Municipal de Saúde, após passarem por consulta com o clínico geral da UBS mais próxima.

 

Núcleo

A Faenol, que completou 31 anos de atendimento à pessoa com deficiência, busca cada vez mais a atuação na política inclusiva. Também foi lançado o 1º Núcleo de Atividades Paraesportivas de Nova Lima (NAPS). Denominado Superativa, o programa é resultado de uma parceira da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer com a Coordenadoria dos Direitos da Pessoa com Deficiência e a Faenol. A ideia central é democratizar o acesso ao esporte e ao lazer para as pessoas com os diversos tipos de deficiência.

Na primeira etapa do projeto, serão disponibilizadas aulas de judô, dança, bocha paraolímpica e tênis de mesa para alunos e usuários que já fazem parte do quadro de atendimento da Faenol. Posteriormente, o programa se estenderá a toda população nova-limense e ganhará novas modalidades com a ampliação e reforma da quadra e da piscina da instituição.

Inaugurada sede do 2º Pelotão Policial

Cassinho

O prefeito Cassinho e autoridades durante a inauguração
(Foto: PMNL)

 

O evento contou com a presença do prefeito Cassinho Magnani, do tenente coronel Marcos da Costa Negraes, do capitão Bruno D’Assunção Coelho, dentre outras autoridades.

O novo pelotão tem o objetivo de atender as demandas da população dos bairros José de Almeida, Ouro Velho, demais condomínios e Jardim Serrano, estendendo-se à região de Nossa Senhora de Fátima e Bela Fama. Conforme nota divulgada pela Polícia Militar, o pelotão representa mais um passo no programa de descentralização do atendimento promovido pela primeira companhia independente.

“Estar próximo da comunidade, vivenciar seus problemas e dificuldades, conhecer seus costumes, hábitos e tradições dará à polícia militar condições de atender de forma mais eficiente, dentro da visão de uma polícia comunitária. Trata-se de modalidade de policiamento baseada na solução conjunta dos problemas sociais, tendo por princípios a transparência, a proatividade, a prevenção, a cidadania, as ações educativas e a integração dos órgãos públicos”, diz a nota.

A base da PM integra um conjunto de sete pelotões – distribuídos em diversas regiões da cidade – que compõem a 1ª Companhia Independente da Polícia Militar do Estado. Também segundo a PM, “a Companhia tem responsabilidade territorial pelas cidades de Nova Lima, Raposos, Rio Acima, e hoje, conta com 199 policiais militares comandados pelo tenente coronel, Marcos da Costa Negraes, e pelo sub-comandante, Bruno D’Assunção Coelho”.

 

superbanner

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player